Revista Brasileira de Avaliação
http://www.rbaval.periodikos.com.br/article/doi/10.4322/rbma201305005
Revista Brasileira de Avaliação
Artigo Original

Monitoramento e Avaliação do Desenvolvimento Humano: a insensibilidade do Índice de Desenvolvimento Humano às políticas de desenvolvimento social

Paulo de Martino Jannuzzi, Rafael Siqueira Barreto, Marconi Fernandes de Sousa

Downloads: 3
Views: 454

Resumo

Este artigo reúne análises críticas sobre o contexto histórico de criação do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), seus aspectos metodológicos, sua utilização como métrica e instrumento de monitoramento, assim como recurso de avaliação dos efeitos das políticas sociais na promoção do desenvolvimento social no Brasil. Por meio da análise de séries temporais do Índice, de seus componentes, das fontes utilizadas e procedimentos de cálculo do indicador publicado nos Relatórios de Desenvolvimento Humano, o artigo avalia a relevância do IDH em relação à sua capacidade de mensurar de forma sensível e inteligível as mudanças na sociedade provenientes dos crescentes esforços setoriais de implementação de políticas sociais no Brasil.

O estudo recorre a simulações de cálculos do IDH que incorporam um quarto componente relativo à pobreza, introduzindo uma métrica que capte efeitos de programas e ações focalizadas no combate ao problema. Por fim, o artigo advoga pela necessidade de utilização de indicadores específicos e de fácil comunicabilidade nas atividades de monitoramento das políticas sociais no país.

Palavras-chave

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH); Críticas; Monitoramento; Políticas sociais; Efeitos

Referências

BARRETO,R.S.; JANNUZZI,P.M. Uma análise acerca das limitações do IDH com respeito à ações e programas do MDS. Estudo Técnico SAGI 13/2012. Brasilia, SAGI/MDS, 2012.

CAMPELLO, T.; NERI,M.C. Programa Bolsa Família: uma década de inclusão e cidadania. Brasilia, IPEA, 2013.

GUIMARÃES, J.R.S e JANNUZZI, P.M. IDH, Indicadores sintéticos e suas aplicações em políticas públicas: uma análise crítica. Revista Brasileira. Est. Urbanos e Regionais, Salvador 7 (1):73-89, 2005.

JANNUZZI, P.M. Indicadores para diagnóstico, monitoramento e avaliação de programas sociais no Brasil. Revista do Serviço Público. Brasília 56(2): 137-160, abr/jun 2005. PNUD. Triple Wins for Sustainable Development: Case Studies of sustainable development in practice. United Nations Development Programme, 2012

SABOIA,A.L.; ATHIAS,L. Recomendações internacionais sobre estatísticas sociais e como importamtes institutos de estatísticas divulgam seus temas, com destaque para a área social. Textos para Discussão DPE/IBGE n.46, Rio de Janeiro, IBGE, 2013.

SAGI. Resenha crítica sobre a situação do Brasil no Relatório de Desenvolvimento Humano 2011, intitulado “Sustentabilidade e Equidade: um futuro melhor para todos”. Estudo Técnico SAGI 03/2011. Brasilia, SAGI/MDS, 2011.

SARDINHA,L.M.V. Análise técnica do indicador PoU/FAO - População em situação de sub-alimentação, no Relatório sobre Estado da Insegurança Alimentar no Mundo 2013”. Estudo Técnico SAGI 31/2013. Brasilia, SAGI/MDS, 2013.

SCANDAR et al. Sistema de Indicadores ou Indicadores sintéticos: do que precisam os gestores públicos. Bahia Análise & Dados. v.1, p.1191 - 1201, 2008.

SEN, A e SUDHIR, A. Human Development and Economic Sustainability. World Development, vol. 28, n 12, pp-2029-2049, 2000.

SIMÕES,A. Resenha crítica do Relatório “From Wealth to Well-being – Introducing the BCG - Sustainable Economic Development Assessment” - sobre a Evolução do Bem-Estar no Mundo. Estudo Técnico SAGI, nº 21/2012. Brasilia, SAGI/MDS, 2012.

SOUZA, Marconi F.; SANTOS, James R. Análise do indicador Anos de Escolaridade Esperados, componentes do cálculo atual do Índice de Desenvolvimento Humano Estudo Técnico SAGI, nº 05/2013. Brasilia, SAGI/MDS, 2013.

VAZ, Alexander Cambraia N. Notas críticas conceituais e metodológicas referentes ao IPS – Índice de Progresso Social. Estudo Técnico SAGI nº 18/2013. Brasilia, SAGI/MDS, 2013a.

VAZ, Alexander Cambraia N. Apontamentos metodológicos e conceituais acerca do Índice Multidimensional de Pobreza da OPHI/PNUD. Estudo Técnico SAGI nº 17/2013. Brasilia, SAGI/MDS, 2013b.

VAZ,A.C.N.; SILVA,I. Análise do IDH-M e possibilidades de aprimoramento para captação mais apurada dos efeitos das Políticas de Desenvolvimento Social. Estudo Técnico SAGI nº 20/2013. Brasilia, SAGI/MDS, 2013.

5f43fa6a0e882599560d2b92 1598015026 Articles
Links & Downloads

Revista Brasileira de Avaliação

Share this page
Page Sections